Programação

 
 

Programação

DIA 17/08

Atividades

Horário Tema Convidados Vagas
14 - 18h REVISÃO SISTEMÁTICA ANTONIO VAZ CARNEIRO (PORTUGAL),
JOÃO COSTA (PORTUGAL)
20
14 - 18h IMPLEMENTAÇÃO DIRETRIZES MARIO TRISTAN (COSTA RICA),
ANGGIE RAMIREZ-MORERA (COSTA RICA)
20
14 - 18h GRADE MARTA IMAMURA (SÃO PAULO) 20
14 - 18h BUSCA DA EVIDÊNCIA ANTONIO GRANDE (CAMPO GRANDE - MS) 20
18h30 SOLENIDADE DE ABERTURA
19h30 PALESTRA DE ABERTURA BRYAN ALPER (EUA)
20h30 Coquetel de boas-vindas

DIA 18/08

Atividades

Horário Tema Convidados
8 - 8h45 ENSINO NO SISTEMA DE SAÚDE RODRIGO PARDO (COLÔMBIA)
8h45 - 9h30 MESA REDONDA – USO DA EVIDÊNCIA PELO PROFISSIONAL DE SAÚDE EDMUND BARACAT (SÃO PAULO),
OJINO SOSA (MÉXICO),
ANTONIO VAZ CARNEIRO (PORTUGAL)
9h30 Intervalo
10h - 11h45 Atividades em Sala
12h Almoço
13h30 - 14h15 Influência do Capital ANTONIO VAZ CARNEIRO (PORTUGAL)
14h15 - 15h Mesa Redonda - Uso de Evidência na Prática das Políticas de Saúde CÁRMINO ANTONIO DE SOUZA (CAMPINAS - SP),
WANDERLEY BERNARDO (SÃO PAULO),
REYNALDO MAPELLI JR. (SÃO PAULO)
15h Intervalo
17h15 Encontro Satélite Rede Iberoamericana ANTONIO VAZ CARNEIRO (PORTUGAL),
JOÃO COSTA (PORTUGAL),
MARIO TRISTAN (COSTA RICA),
ANGGIE RAMIREZ-MORERA (COSTA RICA),
RODRIGO PARDO (COLÔMBIA),
OJINO SOSA (MÉXICO),
AIRTON STEIN (SÃO PAULO),
WANDERLEY BERNARDO (SÃO PAULO),
TERESA BANDEIRA (PORTUGAL)

Atividades nas salas

10h às 11h45

Sala Tema Central Tema Atual Convidados
1 Educação Graduação e Pós LYDIA MASAKO (SÃO PAULO),
EDUARDO MOURA,
LUIS CLAUDIO CASTRO
2 Avaliação Crítica Publicadores ANTONIO GRANDE (CAMPO GRANDE - MS),
SIDNEY GLINA (SÃO PAULO),
JOSÉ MARIA SOARES (SÃO PAULO)
3 Geração Pesquisa Clínica MARTA IMAMURA (SÃO PAULO),
GLEN P. CAMPBELL (REINO UNIDO),
TERESA BANDEIRA (PORTUGAL)
4 Uso Pelo Profisional Conflito de interesse DENIVAR VIANA,
EMILIO ZILLI (RIO DE JANEIRO),
JOÃO COSTA (PORTUGAL)
5 Uso na Política Impacto no Paciente FLORENTINO CARDOSO (SÃO PAULO),
GUILHERME BARCELLOS (PORTO ALEGRE),
MAURICIO ANHESINI (SÃO PAULO)
6 Decisão Compartilhada Valores do Paciente MOACYR NOBRE (SÃO PAULO),
MIGUEL JORGE (SÃO PAULO),
AIRTON STEIN (SÃO PAULO)

15h30h às 17h15

Sala Tema Central Tema Atual Convidados
1 Educação Ensino do Profissional JOAQUIM VIEIRA (SÃO PAULO),
BRYAN ALPER (EUA),
ALFREDO CERISOLA (URUGUAI)
2 Avaliação Crítica Bases Secundárias MARIO TRISTAN (COSTA RICA),
ALDEMAR ARAÚJO (MACEIÓ),
RICARDO SIMÕES
3 Geração Revisão Sistemática MARTA IMAMURA (SÃO PAULO),
RICARDO SIMÕES (SÃO PAULO),
JOÃO COSTA (PORTUGAL)
4 Uso Pelo Profisional Discernimento no Uso JOSÉ BONAMIGO (SAO PAULO),
ALDEMAR ARAÚJO (MACEIÓ),
TERESA BANDEIRA (PORTUGAL)
5 Uso na Política Impacto Econômico FLORENTINO CARDOSO (SÃO PAULO),
HERMANO ALEXANDRE (FORTALEZA),
LUIS STRACIERI (SÃO PAULO)
6 Decisão Compartilhada Padrão de Atenção MOACYR NOBRE (SÃO PAULO),
ANTONIO SALOMÃO (SÃO PAULO),
ANA MENEGUETTI (SÃO PAULO)

DIA 19/08

Atividades nas salas

10h00 às 11h45

Sala Tema Central Tema Atual Convidados
1 Educação Capes e Scielo JOAQUIM VIEIRA (SÃO PAULO),
LYDIA MASAKO (SÃO PAULO),
EDMUND BARACAT (SÃO PAULO)
2 Avaliação Crítica Disseminação Social WANDERLEY BERNARDO (SÃO PAULO),
CLAUDIO RUBIRA (SÃO PAULO),
ANGGIE RAMIREZ-MORERA (COSTA RICA)
3 Geração Diretrizes Clínicas MARTA IMAMURA (SÃO PAULO),
RICARDO SIMÕES (SÃO PAULO),
ANTONIO VAZ CARNEIRO (PORTUGAL)
4 Uso Pelo Profisional Homogeneidade PAULO VICTOR (CAMPINAS),
OJINO SOSA (MÉXICO),
TERESA BANDEIRA (PORTUGAL)
5 Uso na Política Garantia de Equidade FLORENTINO CARDOSO (SÃO PAULO),
JOÃO COSTA (PORTUGAL),
RODRIGO PARDO (COLÔMBIA)
6 Padrão Atenção Entendimento da Evidência MOACYR NOBRE (SÃO PAULO),
MIYUKI GOTO (SÃO PAULO),
ALDEMAR ARAÚJO (MACEIÓ)

Atividades

Horário Tema Convidados
8 - 8h45 Papel da Mídia CLAUDIA COLLUCCI (SÃO PAULO)
8h45 - 9h30 MESA REDONDA – A Influência da Comunidade Internacional MARIO TRISTAN (COSTA RICA),
BRYAN ALPER (EUA),
RODRIGO PARDO (COLÔMBIA)
9h30 Intervalo
10h - 11h45 Atividades em Sala
12h Almoço
13h30 - 14h15 Perspectivas para o Brasil e o Mundo FLORENTINO CARDOSO (SÃO PAULO)
14h15 - 15h Mesa Redonda - Equilíbrio de Interesses ANTONIO VAZ CARNEIRO (PORTUGAL),
WANDERLEY BERNARDO (SÃO PAULO),
GLEN P. CAMPBELL (REINO UNIDO),
CLAUDIO LUIZ LOTTENBERG (SÃO PAULO)
15h Encerramento
 
 

LOCAL DO EVENTO

O Centro de Eventos do Ceará é o mais moderno e bem equipado da América Latina

Os espaços têm entre 300 m² e 14000 mil m² e possuem toda a estrutura necessária para se adaptarem às necessidades dos clientes.

O Centro de Eventos do Ceará (CEC), equipamento da Secretaria do Turismo (SETUR-CE), é o mais moderno do espaço do gênero na América Latina e o segundo maior do Brasil em área útil, com 76 mil m². Uma das suas principais marcas é a versatilidade: trata-se de um equipamento multiuso cuja vocação é receber feiras, exposições e outros tipos de eventos. Para tanto, é divisível em até 44 espaços diferentes, adaptáveis às necessidades dos organizadores, abrigando ao mesmo tempo eventos de diferentes tipos, portes e vocações. O equipamento é dividido em dois grandes blocos, compostos por salão de exposição (com até 13,6 mil m²) e dois mezaninos, com 18 salas modulares cada um. Os espaços têm climatização e iluminação inteligentes; isolamento acústico; instalações elétricas e sistemas de sonorização ambiente, de comunicação e de telefonia. Os pavilhões foram divididos em salões de 1.500 a 4.500m² todos com nomes de grandes destinos turísticos do Litoral Cearense. O Pavilhão Oeste pode ser divido em 5 espaços (Pecém, Taíba, Mundaú, Almofala e Jericoacoara), e o Pavilhão Leste em três espaços (Icapuí, Aracati e Iguape) por meio de divisórias de 13,65 metros de altura e dobráveis, de modo a ficarem completamente recolhidas em um nicho na parede. Além disso, possuem isolamento acústico. Com entradas específicas para cada espaço, é possível ter eventos de fluxo, vocação e densidade volumétrica distintas, sem que um interfira no outro. Na entrada de cada salão há um conjunto de sete recepções e/ou secretarias que podem trabalhar em conjunto, dependendo do tamanho do evento. Nos primeiros mezaninos, são oito salas de 300 m² cada, que podem ser utilizadas sozinhas ou em conjunto, pois possuem o mesmo sistema de divisórias dos salões. Nos segundos são dez salas modulares. Estas 36 salas (18 em cada bloco), estão equipadas com sistemas de comunicação e de tecnologia e podem ter diversos usos, conforme a necessidade do organizador: auditórios, exposições, palestras, conferências, reuniões, salas de apoio (de administração, de imprensa, de tradução simultânea etc.).

Sustentabilidade marca o projeto

Obedecendo aos parâmetros internacionais vigentes de acessibilidade às pessoas com dificuldades de locomoção e de respeito ao meio ambiente, o projeto do CEC visa evitar desperdícios e racionalizar custos. Todos os ambientes são climatizados. O sistema de ar condicionado é mantido por uma central de água gelada por tanque de termoacumulação para diminuir o consumo de energia e prolongar a vida útil do sistema, resultando também em menores custos de manutenção. A principal área de convivência, a praça de alimentação, é coberta por um grande domo feito em metal e acrílico transparente de alta resistência, permitindo o aproveitamento da luz natural. Todos os sanitários têm sistema a vácuo, semelhante ao utilizado na aviação civil, para a utilização mínima possível de água . Cada pavilhão tem 6 conjuntos com quatro banheiros: um masculino, um feminino, um para deficientes e um família, com fraldário.
 

Acessibilidade priorizada e localização estratégica

Quanto à acessibilidade, todos os espaços são dotados de rampas com guarda-corpo; oito elevadores; dois conjuntos de escadas rolantes por andar em cada pavilhão; pisos táteis entre outras soluções para que portadores de deficiência possam usar o CEC. O equipamento também vai ser beneficiado por uma estação de metrô, da Linha Leste, que vai ligar os bairros Centro, Aldeota-Meireles e Varjota até a região da Washington Soares. Visando facilitar o acesso e a melhoria do trânsito na microrregião, a Secretaria do Turismo (Setur), já finalizou as obras de quatro túneis, ao quais eliminaram alguns semáforos.
 

Balanço

O novo Centro de Eventos do Ceará já é considerado um sucesso perante o mercado de eventos e negócios no mundo inteiro. Após três meses da sua inauguração oficial e até o fim de 2012, terão passado pelo Centro de Eventos um total de 35 grandes eventos, com destaque para a TOP Móvel que ocorreu no período de 3 a 6 de setembro, considerada a primeira feira de negócios ocorrida no Pavilhão do Centro de Eventos. A feira, amplamente divulgada na mídia, recebeu mais de 30 mil pessoas, expôs 200 marcas e gerou em torno de R$ 180 milhões em negócios, um crescimento de 30% em relação a edição anterior. O evento foi o maior ocorrido até o momento no espaço, utilizando os dois Pavilhões, somando mais de 25mil m². Outro grande evento foi a Feira do Empreendedor, promovida pelo SEBRAE, que teve o objetivo de oferecer oportunidades para quem quer iniciar ou ampliar o próprio negócio. O evento foi realizado de 24 a 27 de setembro, em uma área de 15mil m² do Pavilhão Leste. Estamos agora também com a X Bienal Internacional do Livro, no período de 8 a 18 de novembro, onde a sua organização estima dobrar o número de visitantes, chegando a um público de 600 mil pessoas durante os dias da Feira, em virtude do evento já ocorrer no novo Centro de Eventos do Ceará. Para os anos seguintes já temos mais de 150 eventos agendados, dentre eles grande feiras e congressos de portes nacional e internacional, podendo a cada dia aumentar esse número, tendo em vista a alta procura dos promotores de feiras por data para realizar eventos no melhor Centro de Eventos do Brasil.